Camisinha sobre rodas

Camisinha sobre Rodas na Copa do Mundo da África do Sul

Uma parceria inédita entre os governos do Brasil e da África do Sul levou um ônibus com 30 mil camisinhas e fôlderes sobre prevenção da Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis para a fase final da Copa do Mundo de Futebol. Entre os dias 1º e 18 de julho, o veículo circulou pelas cidades de Joanesburgo, Soweto, Alexandra e outras comunidades próximas, situadas na província de Gauteng. O slogan da ação foi “Marque um gol – Brasil e África do Sul entram em campo contra a Aids”. Durante a mobilização, cerca de 25 mil jovens sul-africanos foram treinados para multiplicarem informações sobre formas de transmissão do HIV e a importância do uso do preservativo. Na África do Sul, 18% da população está infectada pelo HIV. No Brasil, esse percentual é de 0,6%.

 

“Aproveitando que o Brasil será sede da próxima Copa do Mundo, decidimos compartilhar um pouco da nossa experiência na prevenção do vírus da Aids”, explica Mariângela Simão, diretora do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde brasileiro. Todas as camisinhas destinadas à distribuição foram produzidas no Brasil, na primeira fábrica do mundo a utilizar látex nativo, a Natex, localizada no município de Xapuri (AC). A atividade contou com o apoio das organizações não-governamentais Bridges of Hope, que atua na área de Aids em mais de 70 países, e TheWakeUp, especializada em montar redes sociais de jovens em mega-eventos esportivos ao redor do mundo

 


Share