Apoio ao desenvolvimento sócio-econômico e organizacional da pesca artesanal

Como parte da recuperação da orla costeira da comuna de Arauco, afetada pelo terremoto e tsunami de 2010, pescadores artesanais da região de Tubul, na cidade de Arauco, Chile serão apoiados pelo projeto "Apoio ao desenvolvimento sócio-econômico e organizacional da pesca artesanal", uma das iniciativas do Programa de Cooperação Humanitária entre a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) e o Governo do Brasil. Neste caso, mais de 500 pescadores artesanais de Tubul aprenderão a realizar o manejo sanitário adequado de seus produtos em todo o processo de pesca, permitindo uma melhor conservação dos peixes, uma maior capacidade de produção, redução de custos e ampliação dos seus rendimentos.

A pesca artesanal ocupa um papel fundamental na garantia da segurança alimentar, da nutrição saudável da população e da criação de oportunidades de emprego nas zonas rurais desta região chilena. Neste sentido, este projeto tem como objetivo fortalecer as organizações e associações de pescadores e o seu conhecimento técnico e do meio ambiente, o que contribuirá tanto para o desenvolvimento econômico como para a melhoria das condições de vida de centenas de famílias.

As iniciativas visam contribuir para a melhora da produtividade e da competitividade dos pescadores artesanais da comunidade através da construção de sistemas de infra-estrutura que permitirão melhor conservação dos peixes e melhores condições para comercialização.

Entre as atividades previstas estão a realização de cursos sobre formulação de novos empreendimentos, assim como o suporte necessário para o início de novos negócios (para que os líderes das associações tenham conhecimento e ferramentas de gestão econômica, financeira e organizaciona)l; o fornecimento de veículos para a venda dos alimentos; a produção de relatórios de diagnóstico para o aprimoramento das organizações de pescadores já existentes; apoio no processo de licitação para a construção da fábrica de processamento dos frutos do mar; implementação de uma cozinha no restaurante do Sindicato de Mulheres "Esperanza Marina"; apoio às mulheres do "Sindicato de Rumena" para compra de veículo adequado ao transporte dos alimentos, que permitirá a venda dos mesmos em outras partes do distrito.

Notícias relacionadas: Nova estrutura e equipamentos permitirão melhores capacidades de comercialização aos pescadores de Tubul

Share